quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Terceiro dia da novena de natal: da desistência... à esperança

G: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

CANTO

G: Queremos iluminar a nossa desistência, acendendo a "vela da esperança".
Ajuda-nos, Senhor Jesus, a jamais desistir, a entender que,
com pequenos gestos diários, podemos fazer

florescer também as situações mais difíceis. (se acende a vela)

G: Tu, Senhor dos Senhores e Guia de Israel.
T: Vem, Senhor Jesus! Vem rápido em nosso meio!
G: Tu, anunciado pelos profetas.
T: Vem, Senhor Jesus! Vem rápido em nosso meio!
G: Tu, que te fizeste nosso irmão.
T: Vem, Senhor Jesus! Vem rápido em nosso meio!

ORAÇÃO (todos):
Esperamos por Ti, Senhor Jesus! Esperamos pacientemente por tua chegada, por tua luz, por tua mensagem, por teu amor! Ajuda-nos a preparar o nosso coração para ti, e a reconhecer as luzes que chegam nos nossos cantos escuros. Senhor Jesus, queremos recebê-lo em nossos dias e com a tua ajuda seremos também nós os teus mensageiros para que aqueles que estão ao nosso redor possam reconhecer que tu és o broto de Deus que traz a esperança ao mundo. Amém.

ENTRE TANTAS PALAVRAS … A PALAVRA

Do livro do Profeta Isaías (11, 1-6)
Um ramo sairá do tronco de Jessé, um rebento brotará das suas raízes. Sobre ele repousará o espírito do Senhor, espírito de sabedoria e de inteligência, espírito de conselho e de fortaleza, espírito de conhecimento e de temor do Senhor: no temor do Senhor estará a sua inspiração. Ele não julgará segundo a aparência. Ele não dará a sentença apenas por ouvir dizer. Antes julgará os fracos com justiça, com equidade pronunciará uma sentença em favor dos pobres da terra. Ele ferirá a terra com o bastão da sua boca e com o sopro dos seus lábios matará o ímpio. A justiça será o cinto dos seus lombos e a fidelidade, o cinto dos seus rins. Então o lobo morará com o cordeiro, e o leopardo se deitará com o cabrito. O bezerro, o leãzinho e o gordo novilho andarão juntos e um menino pequeno os guiará.

REFLEXÃO

Quantas vezes colocamos "panos quentes" nas situações difíceis. Quantas vezes o desespero da escuridão que vemos ao nosso redor é mais forte do que o desejo de caminhar sempre em frente, de tentar novamente, de continuar a lutar para vencer o vontade de desistir. O Senhor que vem é a nossa esperança! É aquele que é capaz de florescer o deserto, de fazer brotar um tronco seco! Sim, confiar nele nos faz realizar coisas inesperadas, que jamais teríamos pensado. Não devemos desistir, porque nada é impossível a Deus! Então a nossa vida será uma vida de esperança, caso contrário nos sentiremos vencidos, e também as nossas fragilidades, os nossos pecados, se tornarão ramos verdejantes graça ao auxílio de Deus.

Breve silêncio

PAI NOSSO

ORAÇÃO CONCLUSIVA
G: Senhor Jesus, tu és capaz de florescer o deserto, de mudar o choro em dança, de fazer jorrar água da rocha. Faça que neste caminho em preparação ao natal não percamos jamais a esperança, que não paremos diante das dificuldades, mas que saibamos sempre pedir a tua ajuda! Tu que vive e reina pelos séculos dos séculos. 
T:  Amém.

Equipe de liturgia
Missionárias da Imaculada-Padre Kolbe