quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

À Virgem da Esperança

"Virgem da esperança, mãe dos pobres,
Senhora dos que peregrinam, ouvi-nos.
Hoje nós vos pedimos pela América Latina,
o continente que vós visitais de pés descalços, oferecendo
a vossa riqueza: o menino que apertais entre os braços.
Menino frágil que nos torna fortes.
Menino pobre que nos torna ricos.
Menino escravo que nos torna livres.

Virgem da esperança, a América acorda,
nos seus cumes desponta a luz de um novo dia:
é a aurora, anúncio de salvação.
Sobre povos que caminhavam nas trevas
uma luz já resplandece.
Esta luz quem nos deu foi o Senhor,
em Belém, naquela noite longínqua.
Queremos caminhar na esperança.

Mãe dos pobres,
falta o pão na mesa de muitos lares.
Falta o pão da verdade a muitas mentes.
Falta o pão do amor a muitos corações.
Falta o pão do Senhor a muitos povos.
Vós conheceis a pobreza, pois a experimentastes.
Dai-nos uma alma de pobre para sermos felizes,
mas aliviai a miséria dos nossos corpos.
Tirai do coração de tantos homens
o egoísmo que os torna pobres.

Nossa Senhora dos peregrinos,
somos Igreja a caminho da Páscoa.
Dai aos bispos um coração de pai.
Que os sacerdotes sejam amigos de Deus para com os irmãos.
E que os leigos sejam para o mundo
testemunhas do Senhor ressuscitado.
Ajudai-nos a caminhar
em comunhão com todos os homens,
solidários com as suas angústias e com as suas esperanças.
Que os povos da América Latina caminhem na direção
do progresso na estrada da paz e na justiça.
Padroeira da América Latina,
iluminai a nossa esperança,
aliviai a nossa pobreza,
caminhai conosco em direção ao Pai.
Amém."

Fonte: Perseverantes na oração, p.87-88