terça-feira, 14 de maio de 2013

Quem és, ó Maria?

Há muitos anos eu não visitava a terra abençoada de Lourdes, mas a Providência quis que eu voltasse para lá e assim me encontrei na terra de Maria, na terra do Santíssimo Sacramento.

Parecia-me estar ali pela primeira vez e, num dado momento, senti a necessidade de dirigir-me a Nossa Senhora e lhe perguntar: "Dize-me, quem és?"

Comecei, então, uma espécie de entrevista.

Dirigi-me antes de tudo aos enfermos, levados nos carrinhos, nas macas. Olhei-os com amor e perguntei-lhes: "Por que vocês vieram a Lourdes? Para vocês, quem és Maria?". Aqueles doentes, com olhar sereno e profundo, disseram-me: "Maria é a saúde dos enfermos! E nós, mesmo que não voltemos para casa curados, estamos certos de que retornaremos com uma força maior para poder suportar as nossas dores."

Deti-me um instante para analisar a sabedoria dessa frase, depois continuei.

Dirigi-me a alguns irmãos em cujo rosto parecia-me vislumbrar uma tristeza profunda, talvez ocasionada por incompreensões, por mil dificuldades e problemas. "Por que vocês vieram aqui? Para vocês quem é Maria?" E eles responderam-me: "Viemos porque Maria, temos certeza disso, é a consoladora dos aflitos."

Eu ainda estava meditando nessas palavras, quando encontrei um belíssimo grupo de jovens. Fiz a mesma pergunta para eles. Respenderam-me: "Viemos aqui porque Maria é a rainha das virgens. Compreendemos o grande valor da virgindade. Queremos conservá-la e isso nós conseguiremos somente com a sua ajuda." Pensei, então, em muitos jovens, drogados, pelas ruas, abandonados a si mesmos. Se todos soubessem que Maria pode dar sentido à vida e pode realmente ajudar a manter harmonia e o equilíbrio da pessoa, quantas misérias a menos teríamos! Quanta limpidez veriamos no rosto dos jovens, enquanto que muitas vezes parecemos ver os sinais de uma "velhice precoce".

Depois fui ao confessionário, e também aí não pude deixar de perguntar às diversas pessoas que vinham receber o sacramento do perdão: "Para você, quem é Maria?" Um homem de mais ou menos quarenta anos deu-me a resposta mais bonita: "Para mim, Maria é o refúgio dos pecadores. Eu ofendi muito a Deus... traí a minha família. Mas diante do milagre vivo de tanta gente que invoca Maria, de tanta gente que venera Maria a uma única voz, ouvi repetir: Vá, Maria, é o refúgio dos pecadores..." Sim, não há ninguém que recorra a Maria e não obtenha novamente as graças que lhe são necessárias.

Quem é Maria? Perguntei ainda a outras pessoas. Um me dizia: "Eu não sei, mas sinto que aqui devo dar um basta à minha vida passada. Faz muito tempo que não me confesso, cometi muitos pecados... Mas diante de Maria, a Mãe da Misericórdia, senti a força para dirigir-me a Ela, certo de que Ela me libertará e voltarei para casa com uma outra vida pela frente, com a perspectiva de um futuro diferente."

Perguntei a outros: "Quem é que atraiu vocês para cá?" Viemos por que Maria é a rainha da paz. Se orarmos a Maria, se a invocarmos e a amarmos, estamos certos de que a paz retornará, nas nações, nas famílias, entre os partidos, nas comunidades, na Igreja, no mundo todo!" Maria é a rainha da paz.

Padre Luigi Faccenda
Fundador do Instituto


https://www.youtube.com/watch?v=GFrQXyncYKs