sábado, 18 de maio de 2013

Pentecostes

A Festa de Pentecostes é celebrada sete semanas depois da Páscoa, no 50º dia. Pentecostes, em grego, significa quinquagésimo (dia).

Nesta festa recordamos a grandiosa vinda do Espírito Santo sobre os apóstolos em Jerusalém. Essa manifestação do Espírito Santo, já havia sido prometida por Jesus, no momento de sua ascensão, onde Ele disse: "... mas descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará força; e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, em toda Judéia e Samaria e até os confins do mundo". No dia de Pentecostes, o Espírito Santo "...veio do céu como se soprasse um vento impetuoso e encheu toda a casa onde eles estavam sentados. Apareceu-lhes então uma espécie de línguas de fogo, que se repartiram e repousaram sobre cada um deles. Ficaram todos cheios do Espírito Santo..." (At.2, 2-4).

O Espírito Santo é Deus - a terceira pessoa da Santíssima Trindade, e com a ascensão de Jesus Cristo - que é a segunda pessoa da Santíssima Trindade, nós não ficamos sozinhos, pois Deus se faz presente através do Espírito Santo. Ele nos dá força, nos orienta, nos dá a paz, nos consola, nos santifica.

Temos muitas passagens na bíblia que explica a presença do Espírito Santo em nós, como por exemplo: São Paulo na carta aos Coríntios diz: "Não sabeis que sois o templo de Deus, e que o Espírito Santo habita em vós?" (ICor3, 16).

Também na nossa Igreja, temos dois sacramentos que estão diretamente ligados à este contato com o Espírito Santo: o Batismo e o Crisma. Portanto, se você já recebeu esses dois sacramentos, significa que foi agraciado com o mesmo poder recebido pelos apóstolos à mais de dois mil anos atrás, no Pentecostes.

Sabemos que a graça nos foi dada e está em nós. Somos Templos ou morada do Espírito Santo. Mas o que isso significa na prática? Isso significa primeiramente que Deus nos ama e deseja estar ao nosso lado em todos os momentos do nosso dia-a-dia, nos momentos difíceis e nos momentos alegres,  e que Deus Pai e Jesus nos deu o Espírito Santo para isso, ou seja para que Ele seja nossa força e nossa luz. Quantas vezes, em momentos de decisões paramos e pedimos que o Espírito Santo nos mostre o caminho a seguir? Creio que a melhor maneira de mantermos esse relacionamento com Deus é pedirmos todos os dias a presença dele através de seus dons: Fortaleza, Sabedoria, Ciência,  Conselho, Entendimento, Piedade e Temor de Deus. Faça o exercício de pesquisar um pouco sobre cada um desses dons e tentar vivê-los nos seu dia a dia. Será uma linda experiência!

Os santos de nossa Igreja, só se tornaram grandes santos pela grande intimidade que tiveram com o Espírito Santo e por se deixarem conduzir por suas inspirações. Podemos recordar uma das mais belas orações de Edith Stein, Santa Benedita da Cruz, que num clima místico, poucos meses antes da sua deportação para Auschwitz, fez um hino ao Espírito Santo. Foi o seu último pentecostes. Segue um trecho desse hino:

"Quem és tu,
Doce luz que me preenche
e ilumina a obscuridade do meu coração?
Conduzes-me como a mão de uma mãe
E se me soltasses,
não saberia nem dar mais um passo..."

À exemplo de Edith Stein, vamos abrir nossos corações ao Espírito Santo, viver essa festa com muito entusiasmo e como um estímulo para nossa oração diária. E para terminar, queremos sugerir uma oração que você pode fazer diariamente, especialmente pela manhã para consagrar seu dia ao Espírito Santo:

"Ó Espírito Santo, amor do Pai e do Filho, inspirai-me sempre o que devo pensar, o que devo dizer, como dizer. O que devo calar, o que devo escrever, como devo agir, o que devo fazer para obter a vossa glória, o bem de todas as pessoas e minha própria santificação". Amém.

Feliz Festa de Pentecostes!

Diana Darre e Evandro Oliveira
Voluntários da Imaculada-Padre Kolbe