sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Sexto dia da novena de Padre Kolbe

Em nome do Pai...

Canto

Introdução:

Há uma extraordinária semelhança entre a oferta de si consumada por Cristo e a oferta de vida de São Maximiliano por um desconhecido companheiro de prisão no campo de concentração de Auschwitz. Contemplando as etapas da “paixão” de Maximiliano, queremos celebrar o amor de Deus pelo homem. Cada santo é, de fato, “louvor e glória da sua graça” (cf. Ef 1,6), porque no seu testamento se renova o mistério pascal de Cristo, a sua morte e a ressurreição.

6ª Etapa: a força do perdão

“E Jesus dizia: Pai, perdoa-lhes; porque não sabem o que fazem. Eles dividiram as suas vestes e as sortearam” (Lc 23,34).

Ao médico Francisco Wlodarski foi dito por um paciente nazista, o chefe do bunker da fome com o qual mantinha bom relacionamento, que Kolbe provocava “um trauma psíquico, um choque” nos SS que deviam sustentar o seu olhar: um olhar faminto não de pão, mas de desejo de libertá-los do mal.

“Padre Kolbe não pedia nada e não se lamentava nunca.
Olhava diretamente nos olhos, com intensidade, daqueles que entravam na cela. Aqueles olhos, os seus, que eram sempre tão inacreditavelmente penetrantes. Os homens da SS não podiam sustentar o seu olhar e esbravejavam: “Olha para o chão, não para nós!” (Borgowiec).

“Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, vosso Pai celeste também vos perdoará” (Mt 6,14).

Não tem maior amor do que este:
- dar a vida pelos próprios amigos.

Pai Nosso...
Ave Maria...
Glória...


Oremos:

Ó Deus, que destes à Igreja e ao mundo São Maximiliano Maria Kolbe, sacerdote e mártir, ardente de amor pela Virgem Imaculada, inteiramente dedicado à missão apostólica e ao serviço heróico do próximo, pela sua intercessão concede-nos, para a glória do vosso nome, empenharmo-nos sem reserva pelo bem da humanidade, para imitar na vida e na morte o Cristo teu Filho. Amém.

Novena em espanhol produzida pelas Missionárias da Imaculada-Padre Kolbe, na Bolívia: http://www.goear.com/listen/6aaa680/3-dia-novena-al-p-kolbe-misioneras-p-kolbe