terça-feira, 26 de março de 2013

O segredo mais lindo no jardim do mundo

Cheguei no dia 16 de fevereiro, no entardecer. Julia, Giordana, Maria Luisa, Gabriele, o irmão de Anna Brizzi, acompanharam-me até a fronteira da Bolívia com o Brasil. Depois, esperavam por mim Brunella e Sara, diretora da comunidade de Campo Grande, para continuar a viagem e chegar em Campo Grande.

Fiz uma maravilhosa viagem, apesar das lágrimas que apareciam sobre o meu rosto, e entre as risadas e as lágrimas tocava o meu celular, os mais próximos e mais distantes da terra amada que queriam dar a última saudação; tudo para me da força.

Cheguei em Campo Grande, vi algumas plantas iguais a de Montero, e sorria sozinha, olhava tudo!

Quando cheguei em casa, na minha nova casa, esperavam-me outras duas irmãs, eram as brasileiras, Josimara e Marlete. E aqui, começo a nova aventura, minha Nossa Senhora, tudo novo! Parece mentira, porém é verdade, posso definir como "vida nova".

Agradeço ao Bom Deus e à minha comunidade, posso dizer que sou feliz, cada dia acontece algo que gosto, de verdade, sou feliz, tudo está bem, também a minha saúde; também as irmãs da comunidade preparam um lugar para mim, percebi desde o primeiro dia. Isto me ajuda a entender o quanto é preciosa a vida comunitária, que existe estrada, caminhos, etapas que nos mostram a importância da comunidade, este lugar é para mim, e é um espaço onde se pode continuar a crescer nas pegadas de São Maximiliano e da Imaculada. Agora desejo terminar assim: o segredo mais lindo no jardim do mundo é que de uma alma impura se faz uma alma pura. E então desejo viver aqui, nesta casa; como uma mão que ajuda uma caneta a escrever, assim desejo dar a minha contribuição.

Marisa Banegas Mendoza

 
Mais informações: missionariasdaimaculada@gmail.com