segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Triduo da festa da Medalha Milagrosa - Maria: Mãe que intercede por seus filhos

Iniciemos hoje o tríduo em preparação para a festa da medalha milagrosa, junto com São Maximiliano Kolbe e Padre Faccenda.

Em nome do Pai

Canto

Dos Escritos de Padre Faccenda:

Poderá causar estranheza o fato que Padre Maximiliano tenha dado tanta importância à medalha milagrosa.
Logo ele- que amava a substância das coisas, que procurava a profundidade da doutrina, a solidez da piedade cristã- quer que os consagrados da Milícia da Imaculada não portem outro sinal distinto que a medalha milagrosa, deseja que ela seja o meio potente, continuo e bem especificado no seu apostolado. A sua própria vida é constelada de episódios que nos revelam a confiança que colocava naquilo que ele, sempre original, chamava de munição (Cf. SK 1248; SK 1088; SK 1127); e que doava em grande quantidade desde que era estudante em Roma, depois nas múltiplas fases da sua atividade; especialmente nos momentos em que esteve em Zakopane; durante as missões populares, os encontros com as crianças, com os adultos e com os enfermos (Cf. SK 1122; SK 1066).

Dos escritos de São Maximiliano Kolbe:

Distribuir a sua medalha onde for possível, também as crianças, a fim de que a carreguem ao peito, aos anciãos e sobretudo aos jovens, a fim de que sob sua proteção tenham as forças suficientes para superar as numerosas tentações e insidias que caem sobre eles nesses nossos tempos.

Oração

Ó Virgem Milagrosa, Rainha excelsa, Imaculada Senhora, sede minha advogada, meu refúgio e asilo nesta terra, minha fortaleza e defesa na vida e na morte, meu consolo e glória no céu.

Rezar 3 Ave-Marias, acrescentando em cada uma: "Ó Maria Concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós".
Pai Nosso...
Glória ao Pai...