sábado, 31 de outubro de 2015

Santidade: marcas de amor

Dia 01 de novembro é o Dia de Todos os Santos. Esse dia é um lindo exemplo de alegria. O intuito dessa data é reconhecer todas as pessoas que viveram buscando a santidade durante a vida e deixaram marcas de amor nas pessoas ao seu redor. Exemplos para nós vivos e motivo para pedir sempre sua intercessão.

Existem nossos Santos queridos de devoção, como por exemplo: Santo Antônio, São Francisco, Santa Teresinha do menino Jesus, etc, mas também existem os Santos desconhecidos, que podem ser nossos avós, pais já falecidos, que também podem estar no céu, intercedendo por nós.

Nós do Instituto das Missionárias da Imaculada Pe. Kolbe, fazemos no início de todos os anos, o que chamamos de extração dos santos, onde cada membro do instituto sorteia um santo conhecido e também uma missionaria já falecida. O objetivo é conhecê-los melhor durante o ano e pedir sua intercessão. E veja que também extraímos uma missionária (santa desconhecida) que cuidará de nós durante o ano e a quem pediremos também intercessão.

Que lindo isso, não é?
Portanto, você também pode fazer algo parecido, com seus entes queridos, que deixaram marcas de amor em você e que está no céu feliz, olhando por você.
Pedimos que todos os santos de Deus roguem por nós!

Em especial nesse tempo de tantas necessidades no Brasil e no mundo, rezemos para que nossos queridos santos intercedam por nós e por todos os que sofrem e são vítimas dos males atuais.
Dia 02 de novembro, Dia de Finados. Muitas pessoas não gostam muito desta data, pois ela lembra momentos tristes. Mas na verdade essa data não é triste, é que lembramos de pessoas muito queridas e que dói pensar na sua ausência. Mas quando entendemos o verdadeiro sentido da Igreja ter definido essa data como um momento importante, parte do nosso rito, para lembrarmos dos nossos falecidos, vemos que no fundo não é motivo de tristeza e sim de alegria, respeito e esperança.

O Catecismo da Igreja lembra que: “Reconhecendo cabalmente a comunhão de todo o corpo místico de Jesus Cristo, a Igreja terrestre, desde os tempos primeiros da religião cristã, venerou com grande piedade a memória dos defuntos..." (n.958)

Isso nos lembra que o corpo místico da Igreja é formado pela: "Igreja Militante", que somos nós, a "Igreja Padecente", que são os que estão no purgatório, e a "Igreja Triunfante", os que estão no céu.
Nós acreditamos na ressurreição, ou seja, que temos uma vida em Cristo depois da nossa morte corporal e que estar com Cristo deve ser nosso objetivo final de vida. Então, estar com o Senhor é algo maravilhoso, que nos enche de paz e alegria.

Um dia todos estaremos com o Senhor, face a face. E assim, a morte não será encarada com tristeza, mas com esperança. Estar no céu é um grande prêmio e misericórdia de Deus.
E rezar pela alma dos nossos parentes e amigos falecidos é um ato de caridade para com eles. É uma forma de mantermos unidos a eles e continuarmos mostrando nosso amor por eles, pois se estar no céu é nosso objetivo final, então é para isso que devemos rezar, para que Deus tenha compaixão deles, perdoe-lhes os pecados e os conduza a vida eterna.

Deixo aqui uma oração como sugestão para rezarem pelos seus:

Oração pelos falecidos

"Pai santo, Deus eterno e Todo-Poderoso, nós Vos pedimos por  (nome do falecido), que chamastes deste mundo.
Dai-lhe a felicidade, a luz e a paz. Que ele, tendo passado pela morte, participe do convívio de Vossos santos na luz eterna, como prometestes a Abraão e à sua descendência.
Que sua alma nada sofra, e Vos digneis ressuscitá-lo com os Vossos santos no dia da ressurreição e da recompensa.
Perdoai-lhe os pecados para que alcance junto a Vós a vida imortal no reino eterno.
Por Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém

(Rezar Pai-Nosso e Ave-Maria.)

Dai-lhe, Senhor, o repouso eterno e brilhe para ele a Vossa luz!"

Concluímos então que esses dois dias se completam. Um lembra os santos, que já estão falecidos, e o outro lembra de todos os fiéis defuntos, que contam com nossas orações.

E para terminar, lembremos de Nossa querida Mãe, Maria, maior de todos os Santos. Recorramos a Virgem, para que com sua intercessão possamos nós vivermos uma vida na graça de Deus e um dia estarmos com Eles, junto com toda Igreja Triunfante.

Diana Darre de Oliveira
Voluntária da Imaculada-Padre Kolbe